Trump dá PERDÃO para Steve Bannon (e Lil Wayne!)

Trump dá PERDÃO para Steve Bannon (e Lil Wayne!)

#trump #indulto #eua

Donald Trump dá PERDÃO para Steve Bannon (e Lil Wayne!) entenda como funciona o indulto.

MEU PICPAY
@mas_afinal – conta direto
picpay.me/Masafinal – aqui rola fazer assinatura

PIX
geografiadorenan@gmail.com

Redes sociais:
@renan_wilians – TT
@mas_afinal – Insta

Horas antes de deixar o cargo, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, concedeu o indulto presidencial ao ex-aliado Steve Bannon, segundo lista divulgada pela Casa Branca na madrugada desta quarta-feira (20).

Estrategista da campanha de Trump em 2016 e do governo norte-americano após a vitória, Bannon foi indiciado e preso em agosto de 2020, acusado de desviar dinheiro de uma campanha de apoio à construção de um muro na fronteira com o México. Ele foi solto após pagar fiança de US$ 5 milhões e aguardava o julgamento.
Bannon não foi o único a receber o perdão às vésperas da troca de governo. Além dele, mais de 70 pessoas, entre eles artistas conhecidos, foram beneficiados, confira abaixo:

Lil Wayne: em novembro de 2020, o rapper se declarou culpado da acusação de porte ilegal de arma e poderia ser condenado a até dez anos de cadeia.
Kodak Black: o rapper foi condenado em novembro de 2019 a quase quatro anos de cadeia por falsificar documentos para obter uma arma de fogo.
Anthony Levandowski: o ex-engenheiro do Google foi sentenciado no ano passado a cumprir uma pena de 18 meses sob a acusação de levar segredos da empresa sobre carros autônomos para o Uber.
Kwame Kilpatrick: prefeito de Detroit entre 2002 e 2008, ele cumpria pena de 28 anos de cadeia após ser condenado, em 2013, por corrupção. Segundo os promotores, as ações de Kilpatrick agravaram a situação financeira da cidade.
Ao todo, Trump concedeu o perdão a 73 pessoas e comutou as sentenças de outras 70 – a lista completa de beneficiados pode ser vista aqui. O indulto garante o perdão pleno para crimes federais.
Fonte: G1

A poucas horas de deixar o cargo, o presidente Donald Trump concedeu perdão a seu ex-assessor e ideólogo da extrema direita americana Steve Bannon.

Bannon é acusado de ter participado de uma fraude numa campanha virtual de doações relacionada à construção de um muro na fronteira entre EUA e México, uma promessa de Trump.
Ele chegou a ser preso em agosto, e foi liberado em seguida após pagar fiança de US$ 5 milhões (R$ 26,8 milhões).

Segundo o The New York Times, assessores de Trump passaram o dia tentando demovê-lo da ideia de conceder o perdão a Bannon. O jornali diz ainda que o republicano conversou com Bannon por telefone nesta terça-feira (19).

Bannon ainda não foi condenado. Na prática, o perdão concedido por Trump o livra das acusações de fraude.

Bannon é fundador do Breitbart, um dos principais veículos da chamada “alt-right” (direita alternativa, em inglês, que reúne personalidades de extrema-direita e grupos supremacistas brancos).

Ele coordenou a campanha de Trump à Presidência em 2016, e ocupou o cargo de estrategista-chefe da Casa Branca nos primeiros meses do governo do republicano.
Fonte: Folha de SP

Lil Wayne e Kodak Black receberam indulto presidencial de Donald Trump horas antes de o presidente dos Estados Unidos deixar o cargo.

Os nomes dos rappers aparecem na lista divulgada pela Casa Branca na madrugada desta quarta-feira (20). Ao todo, Trump concedeu o perdão a 73 pessoas e comutou as sentenças de outras 70 – a lista completa de beneficiados pode ser vista aqui. O indulto garante o perdão pleno para crimes federais.

Em novembro de 2020, o Lil Wayne se declarou culpado da acusação de porte ilegal de arma e poderia ser condenado a até dez anos de cadeia.

Já o rapper Kodak Black foi condenado em novembro de 2019 a quase quatro anos de prisão por falsificar documentos para obter uma arma de fogo.
Fonte: G1