Macron: “Depender da soja brasileira é endossar o desmatamento da Amazônia”

Macron: "Depender da soja brasileira é endossar o desmatamento da Amazônia"

#amazonia #macron #bolsonaro
MEU PICPAY
@mas_afinal – conta direto
picpay.me/Masafinal – aqui rola fazer assinatura

PIX
geografiadorenan@gmail.com

Redes sociais:
@renan_wilians – TT
@mas_afinal – Insta

"O presidente da França, Emmanuel Macron, prometeu reduzir a importação de soja brasileira, como forma de ajudar a reduzir o desmatamento no país. Em suas redes sociais, ele publicou um vídeo no qual ele explica os planos de desenvolver uma espécie de "soja europeia" ou equivalente. "Continuar a depender da soja brasileira seria o mesmo que apoiar o desmatamento da Amazônia. Somos coerentes com nossas ambições ecológicas, estamos lutando para produzir soja na Europa", escreveu. O argumento francês é questionado pelo governo brasileiro, que insiste que a soja não é produzida na Amazônia. Brasília ainda vê no gesto uma "prova" do comportamento protecionista do país francês"

Fonte: UOL

Macron tem dado declarações públicas de descontentamento com a política ambiental brasileira desde meados de 2019, quando as imagens das queimadas na Amazônia correram o mundo e aumentaram a pressão sobre o governo do Brasil em um momento em que a União Europeia negocia um acordo comercial com o Mercosul.

No auge da crise ambiental na região amazônica, Macron se desentendeu com o presidente Jair Bolsonaro, e os dois trocaram acusações públicas. O francês chamou as queimadas que ocorriam no país de "crise global" e disse que os países integrantes do G7 deveriam debater, com urgência, a questão. Em resposta, o brasileiro afirmou que o posicionamento de Macron evocava "mentalidade colonialista descabida no século 21".

VEJA TAMBÉM: Parlamento europeu diz que acordo com Mercosul não deverá ser ratificado sem mudanças na agenda ambiental
A Associação Brasileira das Indústrias de Óleos Vegetais (Abiove) comentou em nota a fala de Macron. A entidade lamentou que, em sua visão, "o presidente da França busque justificar sua decisão de subsidiar os agricultores franceses atacando a soja brasileira".

"A soja produzida no bioma Amazônia no Brasil é livre de desmatamento desde 2008, graças à Moratória da Soja, iniciativa internacionalmente reconhecida, que monitora, identifica e bloqueia a aquisição de soja produzida em área desmatada", alega a associação. Segundo a Abiove, há "risco zero do envio de soja de área desmatada (legal ou ilegal) deste bioma para mercados internacionais".
Fonte: G1