Camarada | Manuela D’Ávila, Christian Dunker e Jones Manoel

Camarada | Manuela D'Ávila, Christian Dunker e Jones Manoel

Lançamento antecipado de CAMARADA, de Jodi Dean
Debate com Manuela D’Ávila, Christian Dunker e Jones Manoel
Mediação de Marcelo Bamonte

👉 No século XX, milhões de pessoas em todo o globo se dirigiam umas às outras como “camarada”. Hoje, em círculos de esquerda é mais comum ouvir falar em “aliados”. Em Camarada, primeira publicação em português da militante e teórica política feminista Jodi Dean, somos provocados a pensar a forma como nos relacionamos, e como essa pode nos oferecer instrumentos poderosos para a compreensão de nossas lutas e a construção de um futuro revolucionário.

🤝 Articulando história, psicanálise e filosofia através de recortes e análises bastante originais, a autora nos oferece uma teoria da camaradagem. Camaradas são pessoas que se encontram de um mesmo lado de uma luta política. Unindo-se voluntariamente por justiça, sua relação é caracterizada por disciplina, coragem e entusiasmo. Analisando o igualitarismo da figura do camarada à luz das diferenças de raça e gênero, Dean recorre a um leque de exemplos históricos e literários para mostrar que podemos estar do mesmo lado, ainda que sejamos diferentes.

📕 Impresso à venda em nossa loja virtual!
https://bit.ly/3cMSnsU
📲 E-book à venda nas principais lojas do ramo!
Kobo https://bit.ly/3wWS0Eg
Google https://bit.ly/36M7iQJ
Apple https://apple.co/3xMN850
Amazon https://amzn.to/2W0togk

MANUELA D’ÁVILA é jornalista pela e mestre em políticas públicas. Foi a vereadora mais jovem de Porto Alegre, deputada federal mais votada do Brasil e deputada estadual mais votada em 2014. Concorreu à vice-presidência do país, em 2018. Fundou o Instituto E Se Fosse Você,voltado ao combate das fake news e redes de ódio. Lançou três livros: Revolução Laura, Por que lutamos? um livro sobre amor e liberdade (também foi traduzido para o espanhol) e E Se Fosse Você? Sobrevivendo às redes de ódio e fake news, organizadora e autora da Coletânea Sempre foi sobre nós: relatos da violência política de gênero Brasil.

CHRISTIAN DUNKER é psicanalista ligado à tradição lacaniana, obteve seus títulos de graduação, mestrado, doutorado e livre docência pela Universidade de São Paulo. Possui também pós-doutorado pela Manchester Metropolitan University. Atualmente, é professor Titular do Instituto de Psicologia da USP e um dos coordenadores do Laboratório de Estudos em Teoria Social, Filosofia e Psicanálise (Latesfip). Publicou, pela Boitempo, Mal-estar, Sofrimento e Sintoma (2015), vencedor do prêmio Jabuti e A arte da quarentena para principiantes (2020).

JONES MANOEL é historiador e mestre em Serviço Social pela Universidade Federal de Pernambuco. Comunicador popular, mantém um canal no YouTube e participa do podcast Revolushow, além de ser militante do PCB. Organizador da coletânea de textos “Colonialismo e luta anticolonial: desafios da revolução no século XXI” (Boitempo, 2020), de Domenico Losurdo, e do livro “Revolução Africana: uma Antologia do Pensamento Marxista” (Autonomia Literária, 2019) juntamente com Gabriel Landi.

MARCELO BAMONTE é Jornalista formado pela Cásper Líbero, Tradutor e mestrando em Ciências Sociais pela PUC-SP, onde estuda Poder e Estado em Maquiavel e Lênin.

#Camarada #JodiDean #Boitempo